Artigo 18 – Vol. 6 N. 3


AVALIAÇÃO DA ESTABILIDADE TÉRMICA DA HIDROQUINONA EM EMULSÕES FARMACÊUTICAS

Autores
Nayana C. F. Stofella, Laiane J. Oliveira, Andressa Veiga, Mariana Mengarda, Alessandra E. Hamasaki, Mariana B. Ferreira, Itamar F. Andreazza, Mayumi E. O. Sato, Marco Aurélio C. S. Filho, Fábio S. Murakami
Recebido em
 27 de Agosto de 2017
Aceito em
 10 de Setembro de 2017
Publicado em
 30 de Setembro de 2017
DOI
 10.18362/bjta.v6.i3.18
Páginas
Keywords
Hidroquinona, Emulsões farmacêuticas, DSC, TG/DTA

 

Resumo

Hidroquinona é um composto que inibe as funções dos melanócitos e tem efeito de clareamento da pele. A fim de avaliar a estabilidade de formulações contendo hidroquinona em base emulsionada aniônica e não iônica, na presença e ausência de antioxidante foram realizados estudos termonanalíticos utilizando a calorimetria exploratória diferencial (DSC), termogravimetria (TG) e análise térmica diferencial (DTA). O composto hidroquinona apresentou dois eventos endotérmicos na curva DSC e as curvas TG/DTG demonstraram que a hidroquinona é termoestável até 146 °C, seguida de decomposição. A análise DSC do metabissulfito de sódio não apresentou alterações de estado físico da matéria sendo essa diretamente decomposta e a curva TG/DTG desse composto mostra uma termoestabilidade de até 140 °C. As emulsões contendo Lanette ® N são os cremes aniônicos: B (Lanette®N), D (Lanette®N + hidroquinona) e F (Lanette®N + hidroquinona + metabissulfito de sódio) e as com Polawax ® são os cremes não iônicos A (Polawax®), C (Polawax® + hidroquinona) e E (Polawax® + hidroquinona + metabissulfito de sódio). Por meio das curvas DSC das emulsões E e F, observou-se que a E é mais instável, pois o processo de transição de fase nessa base ocorre mais rápido e a uma temperatura inferior que na base F. As formulações A, B, D e F formavam uma emulsão estável, incorporando a água e dessa forma necessitando de mais tempo e energia para decompor, enquanto que em C e E houve separação das fases, expondo a água na sua forma líquida, facilitando sua evaporação e consequentemente acelerando a degradação da formulação.
Download do Artigo
download24

arrow-turn-left24

Deixe um comentário